Início » Responsabilidade pela Evangelização
Expressão da Fé

Responsabilidade pela Evangelização

Responsabilidade pela Evangelização

EU E VOCÊ SOMOS RESPONSÁVEIS PELA EVANGELIZAÇÃO

Não se pode negar que evangelizar é uma tarefa árdua e difícil. Todavia, sem a ela a igreja não cresce. Por incrível que possa parecer, alguns temas como, por exemplo, louvor e adoração, cura e milagres, prosperidade, dons espirituais e outros que dão certo destaque aos homens na igreja, humanamente falando, são defendidos com muita veemência. Mas quando o assunto é missões, as pessoas ficam apáticas e sem reação, infelizmente!

Agora, pergunta-se: De quem é, afinal, a tarefa de evangelizar, já que muitos alegam ser pastor, presbítero, diácono, líder de jovens, professor da escola dominical, etc., logo, dizem não ter jeito para missões? Quem é, de fato, o responsável pela evangelização dos povos e das nações? Será que existem bases bíblicas suficientes que possam me intimar a cumprir tal tarefa, muitos indagariam? Essas e outras perguntas são feitas com freqüência em nossas igrejas. Mas, serve apenas como pretexto de não querer fazer nada. Aliás, alguém já disse: “Quem quer fazer algo encontra tempo, mas quem nada quer fazer, acha desculpas”. Realmente é gostoso abordar temas como prosperidade, curas e milagres, pois relevam a ação soberana de Deus sobre o homem; enquanto que missão e evangelização exigem do homem muito trabalho e, conseqüentemente, produzir frutos.

Ora, muito nos admira quando vemos irmãos que sequer se disponham a evangelizar, demonstram com exagero a saudade pela “igrejinha” dos milagres. Se comparado, hoje, a “igrejinha” dos milagres crescia mais do que a igreja atual. Dá pra entender? Nesse sentido só teríamos uma explicação: os irmãos da “igrejinha” dos milagres trabalhavam mais do que a gente. Eles davam o seu melhor pela causa, isto é, era profundamente apaixonado pela obra missionária e, conseqüentemente, Deus os abençoava grandemente.

Responsabilidade pela Evangelização

Diríamos ainda que, os irmãos já mencionados, vestiam a “camisa” da Igreja e, por conseguinte, a igreja crescia e dava muitos frutos, conforme lembrou Mateus: “Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem, porventura, uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? (Mt. 7:16). Eles, sem sombra de dúvida, estavam no caminho certo. Portanto, devemos admitir que, se a igreja

de nossos dias tem dificuldade em crescer é sinal de que alguma coisa não vai bem. O que estaria, então, de errado na igreja contemporânea? Em que nós temos falhado? Qual seria a melhor estratégia para resgatar o ardor missionário que há muito tempo se perdeu em nossas comunidades? Amados, vamos acordar do sono espiritual e lancemos mãos à obra do Senhor enquanto é tempo. Dirá Jeremias: “maldito aquele que fizer a obra do Senhor relaxadamente, e maldito aquele que retém a sua espada do sangue” (Jeremias 48:10).

Entretanto, missões constituem o coração da Igreja de Cristo. Mas, na maioria das vezes, esta tarefa tem sido relegada em 2º plano. Priorizamos tudo que nos interessa e é pessoal, mas para se investir em missões, os cristãos demonstram certa indisposição ficando, inclusive, de braços cruzados. Como poderá uma igreja experimentar o tão sonhado crescimento espiritual e/ou numérico de seus membros? Não fazemos nada, mas com insistência fazemos menção ao crescimento de outras igrejas. Ou seja, somos especialistas em comparar nossa denominação com as demais que têm crescido no Brasil afora. Ninguém quer arregaçar as mãos, mas falar todos fazem questão. É como se o crescimento da igreja fosse algo que acontece por acaso.

Responsabilidade pela Evangelização

Finalmente, ao respondermos as perguntas feitas anteriormente, diremos que todos nós, sem exceção, somos responsáveis pela evangelização. Todos nós fomos vocacionados por Jesus Cristo, através da grande comissão: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações […]” (Mt 28:19). Agora responda:  A quanto tempo você se converteu? Quantas vidas você já ganhou para Jesus? Você sabia que a árvore que não produz bom fruto será cortada e lançada ao fogo? (Mt.3:10). Dê volta por cima e ganhe vidas para o Reino. Renove, no entanto, seu compromisso com Deus dando a sua contribuição à obra missionária, orando, contribuindo e enviando. Você está disposto a ser um agente missionário? Então, dispõe-te prontamente para a obra porque o tempo é agora e é chegado o dia. Olhemos todos para o campo branqueado, pois a hora da colheita se aproxima. Soli Deo Gloria

Responsabilidade pela Evangelização

Veja também:

É Jesus o único caminho para o Céu?
Evangelismo Urbano
O Evangelho é Jesus

Siga o Blog Feliz no Instagram e no LinkedIn.

Sobre o Autor

Notícias Web

O Blog Feliz Compartilha Artigos e Conteúdo Web relevantes e relacionados às Áreas Temáticas de Atuação e que são destaques na web. Aqui você encontra o que de fato interessa em: Conteúdo Gospel, Destinos Turísticos, Hábitos Saudáveis e Carreiras & Finanças.

error: Conteúdo Protegido!
%d blogueiros gostam disto: