Desafios da Fé

Servo de Cristo ou de Denominação?

Amado irmão, queremos trazer neste oportunidade mais uma breve meditação sobre a gloriosa Escritura , a Palavra de Deus.

Vamos procurar passar para o amado irmão, a diferença do que é servir a Cristo e o que é servir a uma denominação, a uma organização, a igreja, às idéias de homens.

Verdadeiramente, precisamos compreender isso. São muitos os ministérios sepultados, muitas vidas decepcionadas dentro da igreja, esperando cargos e promoções.

Mas também, tem muitos que estão felizes e alegres e rejubilantes, porque receberam cargos de mãos humanas e não conseguem enxergar que o seu ministério está justamente, sepultado , enterrado, naqueles cargos que não receberam do SENHOR, mas de homens.

Porque na obra de Deus, doa em quem doer, só quem promove é Cristo Jesus e, te digo uma coisa, ser servo é promoção, estar sentado num banco, é também promoção e, muitos não compreendem isso. Deus vai te promovendo no banco através do que você vai alcançando de Deus, até que Ele revele o teu ministério. Revele a você e não a outros. Quando dizem o contrário, é incoerente com as Escrituras. Ministério é revelação pessoal àquele que tem o chamado. Se Deus quer contar com a sua vida para trabalhar em Sua Seara, Ele tratará contigo e não com outras pessoas. O Senhor trabalhará em tua vida até revelar-te, te deixar entender completamente, exatamente, aquilo que Ele tem contigo.

Estas conversas que ouvimos por aí, de que se o pastor chamou para trabalhar no púlpito, é porque Deus está no comando. Alto lá! Deus pode não estar nem um pouco nesse negócio.

O Texto que agora vamos estudar está em Amós capí­tulo 7:10-17

“Então Amazias, o sacerdote de Betel, mandou dizer a Jeroboão, rei de Israel: Amós tem conspirado contra ti, no meio da casa de Israel; a terra não poderá sofrer todas as suas palavras. Porque assim diz Amós: Jeroboão morrerá à espada, e Israel certamente será levado para fora da sua terra em cativeiro. Depois Amazias disse a Amós: Vai-te, à vidente, e foge para a terra de Judá, e ali come o pão, e ali profetiza; Mas em Betel daqui por diante não profetizes mais, porque é o santuário do rei e casa real. E respondeu Amós, dizendo a Amazias: Eu não sou profeta, nem filho de profeta, mas boiadeiro, e cultivador de sicômoros. Mas o SENHOR me tirou de seguir o rebanho, e o SENHOR me disse: Vai, e profetiza ao meu povo de Israel. Ora, pois, ouve a palavra do SENHOR: Tu dizes: Não profetizes contra Israel, nem fales contra a casa de Isaque. Portanto assim diz o SENHOR: Tua mulher se prostituirá na cidade, e teus filhos e tuas filhas cairão à  espada, e a tua terra será repartida a cordel, e tu morrerás na terra imunda, e Israel certamente será levado cativo para fora da sua terra”.

 Irmão querido e amado, o que queremos é que aprenda a alcançar o Ministério que Deus tem contigo, que é algo pessoal; não depende de Pastor, não depende de obreiro, não depende de pai, mãe, esposa, filho. Repito, Ministério é algo pessoal; é o chamado de Deus na vida de um homem e isto não depende de ninguém.

Então, quero frisar com você o seguinte tópico. Você é um discí­pulo de Cristo, que te dá um aval para que vá por todo o mundo ou você é um discípulo da igreja que controla a tua vida?

Você tem que saber a posição na qual deve se enquadrar. Existem vários degraus no ministério, seqüências espirituais, e você precisa entender em qual deles Deus te põe a cada momento, a cada dia, a cada hora, para que sejas servo de Cristo e não escravo de homens.

Igreja não é quartel, não tem carreira militar, não tem graduações humanas, as posições dentro da igreja são exclusivamente trazidas por Deus. É Deus quem faz os seus moveres dentro de Sua casa pelo Seu Espí­rito aonde tem liberdade, Ele põe cada um no cargo que bem determina. É isto que a Bí­blia mostra, desde o Antigo até o Novo Testamento, Deus levantando uns para doutores, outros para mestres, outros para profetas, outros para evangelistas, em fim, a multiforme operação do Espí­rito Santo está sobre a terra, realizando os desígnios de Deus.

Primeiro ponto: as promoções, carreira dentro da igreja. Uma vergonha! Mais um degrau para matar a vida espiritual de muitos. Quantos dizem: Ah! Eu tenho cinco anos de igreja, daqui a pouco vou ser promovido. Outro diz: Ih! Eu tenho sete anos, logo, logo, vão me chamar para ocupar o cargo tal. Quando as coisas não acontecem de acordo com essa expectativa carnal , as frustrações aparecem. Às vezes as pessoas estão a dez anos esperando para assumir um cargo e há muitos anos atrás, Deus já os chamou, já os capacitou, já os enviou para partirem para outras denominações , para partirem para outros ministérios ou fundar o seu próprio ministério, mas a pessoa insiste em querer manter-se num padrão extra-bí­blico; esperando promoções humanas.

Querido, a grande resposta para as nossas vidas está em Mateus 6:6, que diz:

 “Mas tu, quando orares, entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará”.

 Peça a direção de Deus, é Ele quem nos dirige no tempo exato, porque o nosso Deus é um Deus de já, Deus de momento, Deus de exatidão, Deus de perfeição.

Muitos não estão sendo discípulos de Cristo, porque, às vezes há um mover de Deus em suas vidas, para tirá-los de uma denominação e levá-los para outra, tirá-los de um lugar e levá-los para outro, e eles não vão. Porque a igreja a qual congregam, não tem uma visão bí­blica, hoje o que mais vemos são igrejas vivendo dogmas, doutrinas especí­ficas, totalmente fora dos mandamentos bíblicos. Muitas até já deixaram de ser igrejas, verdadeiramente, se transformaram em empresas com idéia heréticas e profanas e as pessoas que ali congregam estão sendo destruí­das, por falta de conhecimento, como está escrito lá em Oséias 4:6

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento…”

É necessário mergulhar na Bí­blia, conhecer Cristo Jesus para ouvir a voz de Deus e saber discernir as coisas. A voz de homens deve ser esquecida para que ministérios não sejam sepultados e vidas passem sem que o propósito de Deus seja cumprido. Vidas decepcionadas e frustradas por falta da promoção esperada do pastor.

Meu amado, o cargo que Jesus tem para ti, esse sim, é glorioso! Você não tem que ter pressa e nem se atrasar; busque a direção de Deus para a sua vida. Saiba o que Deus tem contigo e ande nisso.

Muitos estão como servos da igreja, mas poucos estão como servos de Cristo.

Nesta caminhada para obtenção de um ministério, Deus trata de várias maneiras e tem degraus. Quantas vezes, você está no banco e do banco Deus te leva a um pastorado, tratou contigo no banco. Outras vezes não, Deus te leva a um pastorado auxiliar, também faz parte. Tudo você tem que se enquadrar. Se não se enquadrar naquilo que Deus quer não alcançará nada, pois Deus jamais nos promove sem primeiro nos provar. Provar a nossa dedicação, submissão, fé, paciência, perseverança, esperança. Tudo Deus prova, mas o chamado de Deus acontece direto a você. Você não tem que estar limitado a uma denominação, limitado as paredes ou aos trabalhos de sua igreja. Quantos ministérios perdidos! Pessoas convictas que Deus as chamou para o ministério de louvor, para o ministério da palavra; mas elas pensam que o ministério só pode acontecer dentro de suas denominações, não conseguem enxergar além dos muros denominacionais. Deus fala de várias maneiras, mas elas não dão ouvidos à  Sua voz. Estão presas dentro de uma denominação. Vale lembrar que no céu não tem denominação. Você precisa despertar deste sono, antes que seu ministério seja sepultado!

O Senhor se manifestou a Isaías, a Jeremias, a Daniel, a Amós e todos obedeceram à  Sua voz .

Tudo que o Senhor te mandar fazer, vai e cumpra-o cabalmente, e quando Deus te chamar para largar tudo, e partir como fez com Abraão, largue tudo. Assim é que você tem de fazer, estar sempre pronto, ligado, ouvir a voz de Deus e não enterrar a sua vida ministerial.

Há pessoas que defendem denominações, tal gesto é profano, é absurdo, é inconseqüente, é incoerente; fruto de uma cegueira espiritual. Não se defende uma denominação, mas sim, a Bí­blia como regra de fé e prática.

Sending
User Review
0 (0 votes)
Booking.com

Sobre o Autor

Blog Feliz

Perfil Oficial do Blog Feliz.
O Blog Feliz compartilha Artigos e Conteúdo Web relevantes e relacionados à Turismo, Fé Cristã e a Viver Feliz; e que são destaques na web. É administrado por Angelo Dias: Fundador, Gestor Executivo e Publisher do Blog Feliz.
A Autoria de Textos, Imagens e Vídeos de Terceiros, quando reconhecida, é prontamente atribuída ao respectivo conteúdo compartilhado pelo Blog Feliz. Quando a Autoria não é muito clara e/ou desconhecida, ao conteúdo correspondente é atribuído como "Autor Desconhecido".
Para maiores informações sobre as nossas Publicações, consulte nossos Termos de Uso.

Tópicos

Destaques

Patrocinado

  • Booking.com
  • Booking.com
error: Conteúdo Protegido!